Diálogo Boff e Altmann: a Rio+20 na verdade é Rio-20

Por Antonio Carlos Ribeiro
Fonte: Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC)

Os avanços da Rio 92 à Rio+20 foi o tema do diálogo entre os teólogos Walter Altmann, moderador do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), e Leonardo Boff, escritor, professor, conferencista e respeitado pela exposição da Teologia da Libertação, da defesa de causas sociais e questões ambientais.

Altmann começou lembrando que em 1992 havia uma sintonia maior com a população e que neste ano há um pequeno aspecto positivo que é a luta da sociedade para a erradicação da pobreza. Disse que o relato bíblico do livro do Gênesis mostra Deus confiando ao homem o domínio da terra, observando como essa perspectiva serviu par justificar explorações, crimes e exageros de toda natureza ao longo dos séculos.

Com a chegada de Boff ao plenário, coube-lhe explanar o tema justiça, paz e preservação da criação. Ele chamou a atenção dos líderes dos países para a necessidade de dar passos. “Não avançar é retroceder. De 1992 a 2012 nada melhorou na questão do meio ambiente, disseram 1.300 cientistas”, lembrando ainda que “dos 24 itens que sustentam a vida na terra, 15 estão em alto grau de degeneração”, denunciou. Continue lendo “Diálogo Boff e Altmann: a Rio+20 na verdade é Rio-20”

Juventude debate direitos, justiça social e ambiental

Fonte: Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC)

A Rede Ecumênica de Juventude (REJU) promoveu o lançamento do livro Juventude e Justiça Socioambiental: Perspectivas Ecumênicas. O lançamento contou com uma performance de jovens, narrando o cuidado com a natureza.

Organizada pelo cientista da Religião, Daniel Souza, a obra contou com o apoio do Centro Ecumênico de Estudos (CEBI), da Fundação Luterana de Diaconia (FLD) e do Conselho Latino-americano de Igrejas (CLAI), que mobilizaram a participação de jovens de igrejas e religiões envolvidos na REJU.

A obra é dividida em quatro partes. Na primeira, apresenta textos problematizadores, levantando questões da atualidade. Na segunda, traz estudos bíblicos. Na terceira, discute reações e diálogos e na quarta parte apresenta roteiros para os encontros. Continue lendo “Juventude debate direitos, justiça social e ambiental”

Celebração ecumênica enfatiza esperança e compromisso

Fonte: Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC)

Rio de Janeiro – A celebração do Conselho de Igrejas Cristãs do Estado do Rio de Janeiro (CONIC-Rio), oficiada na quarta-feira, dia 20 de junho, na Cúpula dos Povos, no Parque do Flamengo, destacou a esperança e o compromisso com a Paz na Criação de Deus.

A celebração foi dirigida pelo presidente do CONIC-Rio, dom Nelson Francelino, da Igreja Católica Apostólica Romana; pastora Christine Drini, segunda secretária, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, pastor José Roberto Cavalcante, primeiro secretário, da Igreja Presbiteriana Unida, e o reverendo Daniel Rangel, tesoureiro, da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil. Eles contaram com a presença da teóloga Maria Clara Bingemer, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

O acolhimento invocou o poder de Deus Criador, pediu iluminação para as igrejas cristãs e que assumam o compromisso de responder aos apelos de Deus. Durante o canto do hino Louvado Seja Meu Senhor, foram trazidos os quatro elementos ao altar (terra, fogo, água e ar). Continue lendo “Celebração ecumênica enfatiza esperança e compromisso”

Capela da Virgem Maria celebra a sua padroeira

Imagem da 1a procissão anglicana de Natal
Imagem da 1a procissão anglicana de Natal

Por Revdo. Rodson Nascimento

A Capela Anglicana da Virgem Maria, em Natal, Rio Grande do Norte, realizou a festa de sua padroeira, no dia 31 de maio, com procissão pelas ruas do bairro. A Procissão é um cortejo religioso realizado em marcha solene normalmente pelas ruas de uma cidade e carregando imagens e entoando rezas ou cânticos. No catolicismo (católico, ortodoxo ou anglicano), normalmente acontecem em devoção a um santo (ou santos) ou à Santíssima Trindade, onde se faz transportar as imagens de Jesus Cristo, de Virgem Maria ou de santos pelas ruas da localidade em festa. As procissões podem possuir um significado profundo para os fiéis e simboliza a caminhada de oração do Povo de Deus, em comunidade, rumo à casa do Pai: a Nova Jerusalém, a Sião definitiva. Para nós seguir uma procissão é seguir Jesus que também andou em procissão rumo ao calvário onde teria conquistado a salvação de toda a humanidade.

Na Bíblia no Antigo Testamento são relatadas diversas procissões. (Josué 3,5-6, Números 10, 33-34, Josué 6,4, Josué 3,14-16, Êxodo 25, 18-21, Josué 4, 4-5, Josué 4,15-18) Para a maioria dos irmãos protestantes, a procissão estaria irremediavelmente ligada ao paganismo e a idolatria. Continue lendo “Capela da Virgem Maria celebra a sua padroeira”

Mensagem do Arcebispo de Cantuária sobre a Rio+20

A grande questão que enfrenta a Rio +20: que tipo de mundo nós queremos deixar de legado para nossas crianças? E não é só uma questão de materialidade ambiental que nós queiramos deixar – as respostas para essa questão, de um certo modo, são muito simples: nós queremos um mundo que seja livre de poluição, um mundo onde todo mundo tenha acesso a água tratada, um mundo onde haja segurança alimentar, um mundo onde as pessoas tenham aprendido métodos sustentáveis de agricultura e desenvolvimento.

Mas igualmente importante é uma questão de que tipo de hábitos ou que estilo de vida nós queremos deixar para nossas crianças – que tipo de habilidades nós queremos ver elas desenvolverem para viver sustentavelmente neste mundo.
Isso significa, como em muitas áreas, que nós temos que começar modestamente, começar localmente. Grandes mudanças vem porque pequenas mudanças acontecem. E no trabalho que eu faço, eu tenho o privilégio de ver muitas mudanças pequenas em processo. Ano passado no Quênia, eu pude ver o trabalho feito pela Igreja Anglicana de lá desenvolvendo métodos de agricultura chamado Umoja, métodos que possibilitam que as pessoas saiam da agricultura de subsistência para uma produção real sustentável para eles mesmos, e muita capacitação em informação nutricional para que o desenvolvimento agrícola, segurança alimentar e atendimento à saúde possam andar juntos. Continue lendo “Mensagem do Arcebispo de Cantuária sobre a Rio+20”

XXVIII Concílio da Diocese Anglicana do Recife

XXVIII Concílio Diocesano da DAR
XXVIII Concílio Diocesano da DAR
Por Revdo. Félix Batista Filho

O XXVIII Concílio da Diocese Anglicana do Recife foi realizado de 08 a 10 de julho, na Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, no Recife, em clima de oração, fraternidade, cordialidade e muita vontade de construir, em bases sólidas, o trabalho missionário e de crescimento da Igreja na região Nordeste. Sob a presidência do bispo diocesano, Dom Sebastião Armando Gameleira Soares, o Concílio contou também com a presença do bispo primaz, Dom Maurício Andrade.

Tendo como tema “Desafios da Missão: diálogo, unidade e propósitos”, o concílio contou com delegados das paróquias e comunidades da Bahia, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Na carta pastoral, Dom Sebastião Armando destacou o significado especial deste Concílio, que teve como objetivo projetar a Igreja para o futuro. “Ao projetar para o futuro, temos, necessariamente, de refletir e decidir sobre como faremos para fortalecer a institucionalidade diocesana”, afirmou. Continue lendo “XXVIII Concílio da Diocese Anglicana do Recife”

Rio+20: do fiasco a faísca

Por Dom Francisco Silva
Bispo da Diocese Sul Ocidental – Santa Maria, RS.

A última versão do documento que será apresentado para decisão na Rio+20 pelos representantes oficiais dos governos e que será o documento final da Conferência apresenta uma fragilidade conceitual preocupante. As quase setenta páginas da última versão – a oficial deverá ter cerca de 30 a 40 – são resultado de várias rodadas de negociação entre delegações internacionais que ainda não conseguiram chegar a um consenso. Interesses políticos e econômicos interferem no processo e o documento final pode se tornar uma colcha de retalhos sem uma lógica adequada entre as propostas para o futuro da humanidade. Continue lendo “Rio+20: do fiasco a faísca”

Carta Pastoral de Dom Sebastião Armando por ocasião do XXVIII Concílio Diocesano

AO REVERENDO CLERO, AO MINISTÉRIO PASTORAL AUXILIAR, ÀS LIDERANÇAS LEIGAS E A TODO O POVO DA DIOCESE

ALEGRIA E PAZ NO SENHOR!

1. Estamos a celebrar nosso Concílio Diocesano, a grande festa da Diocese, quando toda a Igreja se congrega mediante suas representações. Além de tratar do que diz respeito a questões da vida quotidiana, reunimo-nos para orar em conjunto, invocar a assistência do Espírito Santo e para simplesmente nos rever, nos abraçar, conversar e confraternizar e, assim, fortalecer os laços de fraternidade e unidade.

2. Este Concílio tem um significado particular. Seu objetivo é projetar a Igreja para o futuro. Depois das tribulações pelas quais temos passado; depois deste atual período em que o foco tem sido a cura de feridas e a restauração de nossa comunhão e da esperança; chega o momento de proclamar o que queremos de nosso futuro nesta região, desenhar de maneira mais nítida qual deve ser a vocação do Anglicanismo no Nordeste do Brasil. Continue lendo “Carta Pastoral de Dom Sebastião Armando por ocasião do XXVIII Concílio Diocesano”

Programação do XXVIII Concílio da Diocese Anglicana do Recife

XXVIII Concílio da Diocese Anglicana do Recife
Recife, 8 a 10 de junho de 2012.
Local: Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, Recife/PE
Tema: “Desafios da Missão: diálogo, unidade e propósitos.”

“E disse eu aos nobres, aos magistrados e ao restante do povo: grande e extensa é a obra, e nós estamos apartados do muro, longe uns dos outros.”
Neemias 4.19

Dia 08 de junho (sexta-feira)

20h – Oração vespertina com o clero, o bispo primaz Dom Maurício Andrade e o bispo diocesano Dom Sebastião Armando

20h30 – Reunião do clero com o bispo Primaz Dom Maurício Andrade

22h – Lanche

Dia 09 de junho (sábado)

08h30 – Oração Matutina e boas-vindas aos conciliares

09h – Abertura do Concílio Diocesano – chamada dos presentes

9h10 – Palavra do bispo diocesano Dom Sebastião Armando

10h – Lanche

10h20 – Apresentação das Comunidades da DAR (“O que estamos fazendo em  nossas realidades locais?” Destaque para os progressos nas comunidades nestes últimos anos).

12h30 – Almoço

13h30 – Eleição e homologação de Comissões diocesanas
 
14h30 – Apresentação da Consulta às comunidades

15h30 – Debate e Perguntas

16h – Grupos de Trabalho

17h – Lanche  

17h15 – Apresentação dos Grupos de Trabalho

18h – Encaminhamentos

19h – Encerramento – Oração de Agradecimento e ofertório

19h30 – Jantar

Dia  10 de junho (domingo)

10h – Encerramento – Celebração na Catedral Anglicana da Santíssima Trindade com a presença do bispo Primaz Dom Maurício Andrade