Primeira Bispa da Igreja Anglicana eleita na África

Ontem a Igreja Anglicana das Províncias do Sul do Continente Africano marcaram um momento histórico ao nomear a primeira Bispa Anglicana para este Continente. A Reverenda Ellinah Ntombi Wamukoya, de 61 anos, tornou-se Bispa eleita de Swazilandia, a primeira mulher das 12 Províncias Anglicanas da África. Neste ato, ela é a segunda mulher eleita por uma igreja tradicional para o continente africano.

Sua eleição acontece justamente na comemoração dos 20 anos da aprovação pela Igreja Anglicana das Províncias do Sul do Continente Africano para a ordenação sacerdotal de mulheres, como presbíteras e bispas. As Províncias também incluem entre seus membros: Angola, Namibia, África do Sul, e Lesotho. Coincidentemente a reunião do Sínodo foi em Swazilandia em 1992.

De início, a Reverenda Wamukoya não foi uma das candidatas, mas depois que sete rodadas de eleições sem resultados, a Assembléia Eleitoral convocou novos candidatos para participarem. Subsequentemente, ela recebeu a maioria de 2/3 de votos necessários em ambas das Câmaras, a do Clero, e a dos Leigos. Continue lendo “Primeira Bispa da Igreja Anglicana eleita na África”

Assentamento em São Lourenço da Mata recebe Projeto de Inclusão Digital

A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal de Pernambuco promoveu mais uma edição do programa Diálogos com os Municípios, desta vez no Assentamento Veneza, em São Lourenço da Mata, no dia 17 de julho de 2012. A equipe composta por representantes da UFPE e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST visitou o local para conhecer mais sobre as necessidades da população quanto à educação em saúde.

A equipe da UFPE, formada pelo Prof. Wellington Santos, Vice-Coordenador do projeto e Coordenador de Gestão da Informação da PROEXT, e quatro bolsistas de Engenharia Biomédica (Eduarda Malta, Fernanda Nepomuceno e Julio Olimpio) e Jornalismo (Bianca Bion), participou de uma reunião com os moradores do assentamento, na sede da Associação Rural Osiel Nunes da Silva. O encontro teve como facilitadoras duas militantes do MST, Francilene Menezes e Ana Cristina “Faísca”.

O Assentamento Veneza é um dos locais contemplados pelo projeto de extensão “Promoção da atenção básica à saúde através de protocolos educativos utilizando equipamentos móveis”, que tem como objetivo facilitar o acesso à saúde através da inclusão digital dos jovens do campo. Continue lendo “Assentamento em São Lourenço da Mata recebe Projeto de Inclusão Digital”