QUARESMA: TEMPO DE PARTILHA MISSIONÁRIA

A Celebração Eucarística da Quarta-feira de Cinzas, dia 06 de março de 2019, na Catedral Anglicana do Bom Samaritano, da Diocese Anglicana do Recife; presidida pela Revda. Rose Cunha (Presidenta do Conselho Diocesano), oficiada pelo Revdmo. Deão Gustavo Gilson, e com imposição das cinzas ministrada pelo Rev. Eduardo Henrique (Secretário de Educação Teológica da Diocese), contou também com a presença e participação da Revda. Lilian Conceição e de Antonio Amaro que estão de mudança para a Diocese Meridional.

Foi também  o Culto diocesano de envio da Revda. Lilian Conceição e do Seminarista Antonio Amaro, que implementarão uma Pastoral Afro através do Projeto Abraço Negro, inicialmente nas comunidades de Porto Alegre, com posterior reverberação em toda a Diocese, com perspectiva de expansão por toda a IEAB.

O Projeto é uma iniciativa fruto de oração e acolhimento dos sopros de RUAH, em atenção ao compromisso assumido na última assembleia sinodal, realizada em Brasília, em junho de 2018; quando o Sínodo assumiu como pauta prioritária, a década de afrodescendentes proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Sendo o enfrentamento ao racismo (violência racial) a principal pauta do Povo Negro, o Projeto Abraço Negro propõe a sensibilização e a capacitação das lideranças anglicanas para o enfrentamento ao racismo a partir de uma Hermenêutica Feminista Negra, que afirme e visibilize a influência e a presença africana na Bíblia e na História Salvífica das Sagradas Escrituras.

A homilia, proferida pela Revda. Lilian Conceição, convidada por nosso Bispo João Peixoto (que no momento se encontra hospitalizado e por quem oramos confiando-o a RUAH) enfocou o texto do profeta Isaías, sendo uma admoestação proclamada “a plenos pulmões” para que aproveitemos a Quaresma e nos convertamos cotidianamente. Convertamo-nos de nossas práticas racistas que banalizam o racismo e que no cotidiano da vida social desumaniza e mata.

Antonio e Lilian viajarão no próximo dia 12 de março e contam com as orações das irmãs e dos irmãos da Diocese Anglicana do Recife, com imensa gratidão pelo tempo de serviço/poder compartilhado.