ENCONTRO DA UMEAB DA ÁREA III

O Encontro teve início na sexta-feira, 23/8, com a acolhida de todas as pessoas com um delicioso jantar na residência do Bispo Peixoto, em Gravatá/PE. No sábado, a Presidente da UMEAB da DAR, a Revdª. Eliane Cristina deu início logo cedo, com a oração da Bênção da Saúde. Logo em seguida, tivemos a dinâmica dirigida pela Bispa Marinez Bassoto, refletindo sobre a proteção de Deus sobre nossas vidas, e o nosso compromisso na caminhada nos dias maus, nos dias difíceis; nas tempestades e nas grandes vitórias. Em todas essas situações temos o colete salva vidas. O Encontro também contou com a presença do Teólogo e biblista do CEBI, Jose Josélio da Silva, que colaborou na dinâmica do tema trazendo a reflexão sobre algumas mulheres da Bíblia que se destacaram pelo amor a Jesus e a seu projeto. As mulheres presentes, puderam citar nomes e também com poucas palavras dizer o que a sua personagem representou. O porquê de ter citado tal mulher. A exemplo da Mulher samaritana que rompeu os paradigmas da época e conversou com um judeu e etc. A programação seguiu com o estudo em grupos e depois com as apresentações.

Nos estudos, refletimos sobre a Desconstrução fundamentalista da Leitura da Bíblia.  A Bíblia é uma fonte inesgotável que jorra tanto para a libertação quanto para aprisionamento da mente. Sendo ela o Livro do povo cristão, ao mesmo tempo de agrega, instrui e abençoa, pode também excluir e fomentar práticas tais como a submissão da mulher, vista à superioridade que o homem representa com relação à mulher. É necessário, que faça uma leitura minuciosa, detalhada e sempre observando o contexto, e a época em que foi escrita e como se passou a situação. Trazendo o entendimento para a nossa realidade hoje com as seguintes perguntas: Quem? O quê? Como? O por quê? Para quê?

A noite do sábado, concluiu com um momento de espiritualidade refletindo sobre o “nome de cada uma e o valor para o Batismo e a caminhada na Igreja.” Tivemos então, a noite cultural para encerrar as atividades da noite. No domingo pela manhã, foi realizada a celebração Eucarística, quando estiveram presentes, o Bispo da DAR, Dom Peixoto, e alguns irmãos e irmãos da Missão Anglicana São João Batista de Caruaru. A reflexão foi trazida pela capelã da UMEAB da DAR, a Revdª. Lilian Linhares, nos lembrando que devemos nos emprenhar de esperanças e na coragem das mulheres que nos antecederam para que possamos cumprir nossa missão no caminho que escolhemos. Na parte do ofertório presidida pela Bispa Marinez, fomos convocadas a colocar no altar de forma simbólica os coletes que fizemos na dinâmica do sábado, reafirmando o nosso compromisso de alimentar, realimentar outras mulheres que estão no grupo, e aquelas que nem no grupo estão, ou que estejam em outras denominações ou crenças religiosas.

     Nós mulheres saímos com o desejo de nos encontrarmos mais vezes para aprofundarmos o tema a nível das comunidades; criar estratégias e oportunidades para que outras mulheres tenham a oportunidade conhecerem esse “novo jeito” de interpretar e viver a Palavra. Recordando bem a frase da Bispa Marinez ao dizer: Jesus Cristo é a lente que faz com que eu me aproxime mais de Deus.”

Revdª. Eliane Cristina Vieira

Confirmações e Recepções de novos membros em Natal/RN

No dia 30/06/2019, aconteceu na Paróquia Anglicana da Virgem Maria, a  celebração do Rito de Confirmação e a recepção de novos membros em nossa comunidade. Também aconteceu a instituição de nosso irmão Oldair Pena como Ministro Pastoral da Paróquia. A celebração foi celebrada por Dom João Câncio Peixoto, Bispo Diocesano da Diocese Anglicana do Recife/Nordeste. Esteve presente também Rafael Vilaça, Ministro Pastoral; Leodicéia, Ministra de Eucaristia da Igreja Católica Romana e outras lideranças de nossa comunidade.

Diocese recebe o Encontro da UMEAB da Área 3

Entre os dias 23 e 25 de Agosto, a Diocese Anglicana do Recife recebeu o Encontro da UMEAB (União das Mulheres Episcopais Anglicanas do Brasil) da Área Provincial 3.

No encontro, mulheres representando as Dioceses da Amazônia, Brasília, Recife e Distrito Missionário tiveram as assessorias da Bispa Marinez Bassotto (DAA) e do biblista José Josélio da Silva (CEBI-PE) para estudarem o tema: “Desconstrução da Leitura Fundamentalista da Bíblia”.

No dia 25/8, se deu a Celebração de Encerramento, que também contou com a participação de membros da Missão Anglicana São João Batista vindos de Caruaru/PE. A UMEAB Diocesana foi representada por mulheres de duas comunidades: Paróquia Anglicana Boas Novas (Caaporã-PB) e Missão Anglicana São João Batista (Caruaru-PE).

Na celebração de encerramento, proferiu a Homilia a Revda. Lílian Linhares e a Bispa Marinez Bassotto celebrou a Eucaristia.

Encontro de Jovens Episcopais no Panamá

Entre os dias 17 a 19 de julho, aconteceu na cidade do Panamá o Encontro de Jóvenes Episcopales (Encontro de Jovens Episcopais) organizado pela IX Província em conjunto com a IARCA (Iglesia Anglicana de la Region Central de America). Participaram do evento jovens do Panamá, Honduras, República Dominicana, Colômbia, Cuba, Porto Rico, México, Estados Unidos, Equador e Brasil. […] A delegação brasileira foi representada pelas jovens Diana Linhares (Diocese Anglicana do Recife), Paula Mello (Diocese Meridional) e Yarana Borges (Diocese Anglicana de Pelotas), membros do Grupo de Trabalho das Juventudes.

II Encontro da Ordem Franciscana – TSSF Nordeste

O II Encontro da TSSSF/NE aconteceu nos dias 28, 29 e 30 de junho de 2019, em Salvador/BA. Estiveram presentes 20 pessoas vindas de algumas comunidades anglicanas da Bahia e também de outras localidades do Nordeste, além de Belo Horizonte/MG e de Londrina/PR e Paraíba/PB. Foi um encontro maravilhoso onde tivemos a oportunidade de nos fortalecermos e provocados pelo tema: “A Espiritualidade franciscana e os desafios para os dias atuais”. Foram momentos de compaixão, aprendizado, orações individuais e coletivas; conversas sobre a espiritualidade francisclariana sempre com o olhar e ouvidos sensíveis a tantas vozes: animais. plantas, e o ser humano, que para mostrar que é a “obra prima” do criador, escraviza e mantém sob seu domínio a criação que tão maravilhosamente o senhor criou. Saímos fortalecidos e certos de que devemos fazer costumeiramente o exercício da prática do perdão, do amor e da justiça.

Revda Eliane Cristina, TSSF

O Amor de Deus é Plural, Base de Fraternidade e Paz

Marcos Aurélio dos Santos

Deus é amor.

Esse amor não impõe condições, não tem um grupo predileto, escolhido à parte em detrimento da exclusão de outros. O amor de Deus é ternura, que acolhe a todas e todos, de maneira plural, na diversidade. Esse amor não se limita a escolher um seguimento exclusivo, esse amor é tão imenso e sublime, que transcende o individualismo, o egoísmo e rejeita toda tentativa de exaltação e soberba.

No mundo há uma diversidade de religiões, cada uma delas com suas crenças, ritos, dogmas, cultura, práticas litúrgicas, doutrina. De maneira diversa, buscam na espiritualidade um relacionamento com Deus e com a humanidade, em laços de amor fraterno. Deus não tem uma religião oficial. Deus tem um povo, no qual deseja demonstrar sua misericórdia e compaixão, seu amor incondicional a partir de um relacionamento plural, acolhedor e comunitário. Por isso, Deus não comunga com a divisão, separatismo e o individualismo, inimigos da paz e da fraternidade.

Deus chama o seu povo para um diálogo amoroso, com base no respeito singelo, sem fingimentos. Hoje participamos do III Fórum de diálogo inter-religioso do RN, realizado na capela Anglicana da comunidade de Jardim Progresso, Zona norte de Natal. Lá estavam. Irmãos e irmãs de diversos seguimentos religiosos, em um grande círculo, numa mistura de crenças e culturas, ouvindo uns aos outros, com serenidade, atenção e carinho. Cada um expressando sua fé no Deus dos povos, em um momento de alegria e pluralidade, de aprofundamentos nos diálogos, buscando compreender como Deus se relaciona com as religiões e com o seu povo.

Debatemos pautas importantes. Falamos sobre intolerância religiosa, o perigo da liberação das armas e a luta e resistência pela paz, temas urgentes para nossos dias, onde vivenciamos o aumento da violência e uma forte perseguição e preconceito aos nossos irmãos de religiões de matriz africana, principais vítimas de intolerância religiosa.

Ao final, um lindo momento de partilha, celebrando de maneira alegre e sincera a união e o diálogo, carinho e respeito entre todas e todos.

Axé, amém, Arerê, oxente, salaam aleikum.

Foto: III Fórum de diálogo Inter-religioso do RN realizado na Capela Anglicana de Jardim Progresso, Zona Norte de Natal.

Confirmações e Recepções de novos anglicanos/as em Campina Grande/PB

O Bispo João C. Peixoto e o Arcediago Revdo. Claudio Linhares estiveram no dia 25/05/19 na Cidade de Campina Grande/PB, para uma celebração especial na Missão Anglicana Sinais do Reino.

A Missão que é dirigida pelo Ministro Pastoral Ronaldo Sales, e tem seus encontros semanais às quartas-feiras para estudos e oração. Foram duas confirmações: Rafael e Camila; e duas recepções: Simony e Kleiton.

Semana Santa na Diocese Anglicana do Recife – Catedral Anglicana do Bom Samaritano

No dia 14 de abril a Catedral Anglicana do Bom Samaritano celebrou o Domingo de Ramos, que dá início à Semana Santa. A celebração inicia-se com a aclamação do “Hosana”, quando acolhemos Cristo com palmas e cânticos e ela termina com os clamores da Paixão, com a leitura do Evangelho da Paixão e a memória da morte de Jesus no Calvário. Dessa forma, o Domingo de Ramos é um resumo dos eventos da Semana Santa, que nos prepara para a celebração da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo.

Na Quinta-feira da Semana Santa o povo e o clero da Diocese Anglicana do Recife se reuniu na Catedral do Bom Samaritano para celebrar a Liturgia da Unidade da Igreja juntamente com a Memória da Última Ceia. Nesta celebração foi realizada a Renovação dos Votos Sacerdotais do clero diocesano; a Bênção dos Óleos do Batismo, das Pessoas Enfermas e do Crisma; a cerimônia do Lava-pés; e a Instituição Eucarística. Ao final, o altar foi desnudado de todos os seus paramentos, os ícones foram cobertos e as luzes apagadas, com todas as pessoas saindo em silêncio do templo. Momento de reflexão e serenidade, quando Cristo e seus discípulos saíram para o Monte das Oliveiras, dando início à sua Paixão.

 

Aconteceu no dia 19/04, a celebração de Sexta-feira da Paixão na nossa catedral. A Sexta-feira Santa ou Sexta-Feira da Paixão é uma data religiosa cristã que relembra a crucificação de Jesus Cristo e sua morte no Calvário. De acordo com os relatos nos evangelhos, os guardas do templo, guiados pelo apóstolo Judas Iscariotes, prenderam Jesus no Getsêmani. Depois de beijar Jesus, o sinal combinado com os guardas para demonstrar que era o líder do grupo, Judas recebeu trinta moedas de prata (Mateus 26:14-16) como recompensa. Depois da prisão, Jesus foi levado à casa de Anás, o sogro do sumo-sacerdote dos judeus, Caifás. Sem revelar nada durante seu interrogatório, Jesus foi enviado para Caifás, que tinha consigo o Sinédrio reunido (João 18:1-24).

Aconteceu no dia 20/04, a Vigília Jovem na nossa catedral. O momento contou com vários momentos de palavra, louvor e adoração.

Aconteceu no dia 21/04, a celebração de Domingo de Páscoa na nossa catedral. O momento contou com vários momentos de palavra, louvor e adoração. Páscoa ou Domingo da Ressurreição é uma festivida de religiosa e um feriado que celebra a ressurreição de Jesus ocorrida três dias depois da sua crucificação no Calvário, conforme o relato do Novo Testamento. É a principal celebração do ano litúrgico cristão e também a mais antiga e importante festa cristã. A data da Páscoa determina todas as demais datas das festas móveis cristãs, exceto as relacionadas ao Advento. O domingo de Páscoa marca o ápice da Paixão de Cristo e é precedido pela Quaresma, um período de quarenta dias de jejum, orações e penitências.

O termo “Páscoa” deriva, através do latim Pascha e do grego bíblico Πάσχα Paskha, do hebraico (Pesaḥ ou Pesach), a Páscoa judaica.

 

Novas comunidades anglicanas na Diocese

O mês de março marcou o início das atividades de novas comunidades anglicanas na Diocese Anglicana do Recife.

No dia 16 de Março, foi realizada a primeira celebração eucarística na Cidade de Campina Grande/PB, aonde um grupo de pessoas vêm se encontrando para estudar a Bíblia e as Marcas de Missão da Igreja Anglicana. Por estar à 140 Km de distância de Caruaru, a comunidade terá o acompanhamento da equipe pastoral da Missão Anglicana São João Batista, com a supervisão do Arcediago Revdo. Claudio Linhares e o acompanhamento semanal do Ministro Pastoral Ronaldo Sales, o grupo está caminhando para ser a primeira Missão Anglicana na Cidade. Campina Grande é a segunda cidade mais populosa da Paraíba.

No dia 24 de Março, na cidade de Carpina/PE, foi realizada a primeira celebração eucarística, com a Equipe Pastoral da Paróquia Anglicana da Santíssima Trindade, e a participação do Pároco, Dom Filadelfo, e dos ministros pastorais Alice Mafra e Júlio César, além de outros paroquianos que marcaram presença nessa ocasião. A comunidade surge de pessoas ligadas à Paróquia e residentes na cidade de Carpina, e vem se reunindo para estudos bíblicos e oração sob a orientação do membro da Paróquia, Júlio Dias. A próxima celebração está agendada para o dia 28 de Abril.