SEMINÁRIO ANGLICANO DE ESTUDOS TEOLÓGICOS – SAET

CONVITE

O SAET tem a honra de convidar clérigos, Ministras e Ministros Pastorais, postulantes e toda gente diocesana, amigos e amigas da região metropolitana do Recife para participarem da nossa Celebração Eucarística e do nosso Culto em Ação de Graças por mais um ano concluído.

Teremos também uma palestra com a Psi. Ilcélia Alves Soares.
Tema: Igreja, familia e violência doméstica.

Contamos com a presença de todas as pessoas!

Hoje: Segunda-feira, 1 de dezembro de 2008
Local: Seminário Anglicano de Estudos Teológicos – SAET
Rua: Coelho Leite, 57 – Santo Amaro/Recife
Horário: 19h30 (Pontualmente)
55 81 34211684

divulgacao-acao-de-gracas.JPG

Começa campanha de ativismo contra violência de gênero

No contexto da campanha realizada pela sociedade civil com o objetivo de celebrar o 60° aniversário da Declaração Universal de Direitos Humanos (DUDH60), o Centro pela Liderança Global das Mulheres (CWGL – sigla em inglês) convida a todos para participar da campanha de 16 Dias de Ativismo contra a Violência de Gênero, que será realizada de 25 de novembro até 10 de dezembro. Hoje, se celebra o Dia Mundial pelo Fim da Violência contra as Mulheres.”Convidamos os grupos a enfocar seus planos para a campanha dos 16 Dias de Ativismos contra a Violência de Gênero de 2008 em atividades relacionadas aos múltiplos desafios que as mulheres enfrentam no campo dos direitos humanos ao redor do mundo e a celebrar a liderança das mulheres em defesa dos direitos humanos”, afirma a convocatória do Centro.

As atividades do CWGL orientam-se por meio das seguintes áreas de trabalho: apoiar as mulheres defensoras dos direitos humanos; pôr fim à violência contra as mulheres; fortalecer as estruturas de igualdade de gênero da ONU; exigir um aumento nos fundos econômicos dedicados à igualdade de gênero. Segundo o Centro, a campanha DUDH60 contribui como uma oportunidade para realizar atividades em prol dos direitos humanos das mulheres e pelos esforços para acabar com a desigualdade de gênero e criar um mundo livre de violência, discriminação e injustiça.”Os marcos globais para a realização dos direitos das mulheres têm sido concretizados na Convenção das Mulheres (CEDAW), e nos documentos dos outros processos da ONU, como, por exemplo, a Declaração de Viena sobre os Direitos Humanos, o Programa de Ação de Cairo, a Plataforma de Ação de Pequim, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e a Cúpula Mundial. As mulheres têm tido êxito em exigir a vontade dos Estados para a criação de verdadeiras mudanças. No entanto, ainda falta a implementação e os recursos para poder cumprir esses compromissos”, acrescentam.

O Centro convida as instituições e os movimentos sociais a elaborarem sua própria atividade ou a participarem de uma atividade dos 16 Dias na comunidade ou escolas. Pela internet, haverá um diálogo eletrônico mediante o qual as ativistas podem compartilhar informação sobre seu trabalaho contra a violência, construir relações de trabalho ao redor do mundo, além de elaborar estratégias e propor temas para a campanha anual dos 16 dias.

No último informe regional divulgado pela Organização Pan-americana de Saúde (OPS) com dados de 2007, os números sobre a violência contra a mulher na América Latina e no caribe não só se mantiveram, mas também, em alguns países, aumentaram. Segundo o relatório, é necessário avançar rumo a uma política pública que acentue o dever de diligência do Estado de proteger as mulheres contra a violência.

Os números são alarmantes. No Chile, de 1990 a 2007, mais de 900 mulheres haviam falecido por causa de homicídio, em grande maioria, vítimas de seus companheiros ou ex-companheiros. Em Bahamas, o feminicídio representou 42% do total de assassinatos em 2000, 44% em 2001 e em 53% em 2002. No Uruguai, uma mulher morre a cada nove dias como resultado da violência doméstica.
 
Para saber mais sobre a campanha, acesse:

http://www.cwgl.rutgers.edu/16days/home.html

http://www.adital.com.br/site/index.asp?lang=PT

Semana de Reflexão Teológica – SAET

cartaz-semana-teologica.JPG

SEMANA DE REFLEXÃO TEOLÓGICA

Dos dias 25 a 27 de novembro de 2008, a partir das 19h30, teremos a Semana de Reflexão Teológica do Seminário Anglicano de Estudos Teológicos – SAET

Com preleção do Revdo. Dr. Carlos Eduardo Calvani

Tema: NOSSA FÉ!

AGUARDAMOS SUA PRESENÇA!

local: CATEDRAL ANGLICANA DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Rua: Alfredo de Medeiros, 60

Espinheiro

Próximo ao COMPREBEM do Espinheiro

Mais informações:

55 81 34211684

55 81 32421868

55 81 91697019

saet.recife@gmail.com

Skype: seminarioanglicano

Bahia tem bons resultados do II Simpósio de Religião e Cultura

Simpósio sobre Religião e Cultura surgiu como uma proposta da comunidade da Igreja Episcopal Anglicana em Salvador, Bahia (BA). Enquanto Igreja percebeu a necessidade de dialogar com a sociedade soteropolitana sobre a relação que se estabelece entre religião e cultura em suas múltiplas vertentes. A temática abordada no primeiro Simpósio realizado em novembro de 2007 foi o “Deus que se Revela: na Beleza, na Cultura, no Prazer e na Diferença”. Para a promoção deste evento contou-se com a participação fundamental de reverendos e amigos Anglicanos, Batistas, Presbiterianos e Católicos Romano.  

Como conseqüência da ótima repercussão do simpósio, as Igrejas participantes foram convidadas a participarem efetivamente da comissão de organização do Simpósio 2008. Após muitas reflexões, o tema escolhido para 2008 foi “Cristianismo e Cultura Popular”. 
 

O Segundo Simpósio de Religião e Cultura teve como o objetivo contribuir para a promoção de um diálogo com a sociedade soteropolitana sobre Cristianismo e Cultura Popular, a fim de promover e fortalecer o respeito mútuo, valorizando as diferenças como elemento de enriquecimento da diversidade cultural. 

Entendemos que a intolerância tem chegado a uma escala macro por que atitudes intolerantes têm sido alimentadas nas micro relações familiares, nas comunidade de fé e nas escolas, entre outros espaços. Com o seu crescimento, a intolerância ganhou hegemonia ideológica em determinados grupos que ansiavam pela conquista e/ou manutenção do poder.  

Diante desta realidade, as Igrejas participantes pretendem que o simpósio contribua para a promoção e o fortalecimento de um diálogo aberto com a sociedade soteropolitana, fomentando o respeito mútuo, valorizando as diferenças como elemento de enriquecimento da diversidade cultural e promovendo uma relação onde o outro deve ser respeitado na sua diferença. Para as Igrejas, o Simpósio possui um papel profético numa sociedade tão diversa social, cultural e religiosamente. Pois, perceber o Cristo que se revela na cultura popular em suas múltiplas nuanças, é perceber a dignidade que há no outro, no seu modo de ler e ter a experiência do mundo.  

A proposta do tema “Cristianismo e Cultura Popular”  propôs uma reflexão de como os valores cristãos foram paulatinamente incorporado às práticas e representações, a partir do cotidiano de homens e mulheres nordestinos. Estes fizeram memória de sua fé em cordéis, músicas, autos, festas populares e ritos de cura entre outras manifestações, sincretizando, com outros valores culturais e outras expressões de fé. Também houve o desejo de contribuir para que o povo nordestino valorize sua cultura e reconheça nela os valores que construíram sua história. 

A organização desejou, com este segundo Simpósio sobre Religião e Cultura, continuar fomentando a via do diálogo como meio de promover e fortalecer o respeito mutuo, além de contribuir para multiplicar o número de pessoas comprometidas com a construção de um mundo sem violência.  

O evento contou com um público bem eclético variando entre as denominações protestantes, Católicos Romanos, representantes das religiões afro-ameríndias, espíritas e espiritualistas entre outros. 

Para a realização deste Simpósio contamos com o apoio da Paróquia Anglicana do Bom Pastor e da Igreja Batista de Nazareth na realização, da CESE, Coordenadoria Ecumênica de Serviço, CONIC – Ba, do CETEFEN Centro de Estudos Teológicos Feministas do Norte/Nordeste, da Igreja Presbiteriana da Aliança, além de amigos e padres Católicos Romanos. 

Aproveitamos para agradecer a todas e todos que nos ajudaram a construir esse espaço de vivências e reflexão e aos nossos parceiros e parceiras de caminhada, Reverendo Bruno Luiz Teles de Almeida, Reverendo Stephen Taylor, a Dom Sebastião Gameleira, a Profª Esp. Raimunda Oliveira, ao ProfºMs. Jorge Nery, a Profª Esp. Aletuza Leite, ao Pastor Joel Zeferino, a Profª Drª Edilece Couto, a Profª Drª Marli Wandermurem, ao Profº Dr. Ordep Serra e ao Profº Eduardo Hoornaert que nos ajudaram compartilhando conhecimento e experiências. 

De modo especial agradecemos a equipe de elaboração e coordenação deste evento Profª Msª. Bianca Daéb’s, Rebeca Seixas, Eveline Bispo, Mariana Abdon, Jilson Soares e Ana Patrícia a dedicação e empenho na realização do Segundo Simpósio de Religião e Cultura. 

Em reunião com a comissão de organização e implementação do Simpósio de Religião e cultura ao durante o evento foi sugerido que o tema para o SRC de 2009 fosse Religião e Sexualidade, que foi acolhido pela comissão e anunciado oficialmente no fim do evento pela coordenação do SRC-2008.

Deste modo, concluímos o relatório do Simpósio sobre Religião e Cultura 2008 contando com o apoio e as orações para a realização do Simpósio 2009.     
 

Fraternalmente,

Equipe do SRC-2008

p1010233.JPG . p1010220.JPG .

 p1010219.JPG . p1010073.JPG

 p1010189.JPG . p1010138.JPG 

p1010082.JPG . p1010035.JPG

p1010019.JPG . p1010015.JPG

p1010011.JPG . p1010008.JPG

SEMINÁRIO: AIDS E IGREJAS

Data: 3 de novembro de 2008

Local: Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil

Sala: Dickson

End: Rua Padre Inglês, 243 – Boa Vista

55 81 3423 5527

OBJETIVOS

O Seminário AIDS  e Igrejas tem como objetivo sensibilizar lideranças cristãs para um compromisso compassivo e efetivo na prevenção, cuidado pastoral e promoção de justiça. Visa propiciar mudanças necessárias a um comportamento responsável e comprometido da Igreja no tocante ao tema, por meio da “renovação do nosso entendimento”, à luz dos princípios Bíblicos.

PÚBLICO ALVO:

Líderes religiosos, educadores cristãos, estudantes de Teologia.

Inscrição Gratuíta e almoço incluso

folder-seminario-aids-e-igreja.JPG

Ficha de Inscrição word:

Ficha de Inscrição Aids e Igrejas

Primavera para a vida: Uma Ação Para Crianças

 criancas.JPG

Este ano, a Campanha Primavera para a Vida ganha força com o tema Direito e Justiça: Uma Ação Para Crianças devido a possibilidade de continuidade das ações de mobilização após dezembro, quando normalmente as ações eram arrefecidas.
.
O Ação para Crianças é um programa que a CESE está implementando em parceria com as agências holandesas Wilde Ganzen, Net4Kdis, Kidsrights e ICS. O objetivo é apoiar iniciativas que contribuam para a consecução das Metas do Milênio, tendo a criança e o adolescente como foco do trabalho.
.
Metodologia do Programa
A metodologia aplicada é a da Dupla Participação e funciona assim: de um lado, um grupo organizado tem um projeto a desenvolver e está em busca de apoio financeiro para garantir sua execução. De outro lado, pessoas em uma comunidade estão dispostas a mobilizar recursos para que bons projetos sociais sejam desenvolvidos. A CESE entra para concatenar esses dois lados e, no final das contas, dobra o valor que o grupo mobilizador conseguir angariar para o projeto. 
.
Exemplo:
O orçamento do projeto “A” é de R$   6.000,00.
O grupo mobilizador precisa conseguir R$    3.000,00

Para que a CESE entre com mais R$    3.000,00..
.
Tanto os projetos quanto as propostas de mobilização de recursos serão analisados, aprovados e acompanhados pela CESE.
.

uma-acao.jpg
Para maiores informações acesse:
www.cese.org.br
Ou escreva para:
acaoparacriancas@cese.org.br

Trabalho da Visão Mundial

A Visão Mundial é nossa parceira aqui na Diocese Anglicana do Recife – DAR. Tem apoiado vários encontros para juventude em nossas comunidades.

Já esteve em encontros de jovens com palestras e apoiando de maneira efetiva o nosso trabalho com a juventude, rapazes e moças, em situação de risco e vulnerabilidade social.

Para conhecer mais o trabalho da Visão Mundial vale a pena olhar seus videos e perceber como é possível mudar a realidade a partir de atitudes.

http://videolog.uol.com.br/video.php?id=332998

http://videolog.uol.com.br/pdaamigosparasempre