Arcebispo de Cantuária emite declaração sobre a crise dos migrantes

Esta é uma imensa, complexa e cruel crise que realça a nossa fraqueza fraqueza e a fragilidade dos nossos sistemas políticos. O meu coração está quebrado pelas imagens e histórias de homens, mulheres e crianças que arriscaram as suas vidas para escapar do conflito, violência e perseguição.

Não existem respostas fáceis e as minhas orações estão com aqueles que estão a sofrer perseguição, tal como com aqueles que estão a lutar sob imensa pressão para desenvolver uma resposta efetiva e equitativa., Agora, talvez mais do que nunca na Europa do pós guerra, necessitamos de nos comprometer a juntar ações, reconhecendo a nossa comum responsabilidade e a nossa humanidade comum.

Enquanto cristãos acreditamos que somos chamados a quebrar barreiras, a dar as boas vindas ao estrangeiro e amá-los como a nós próprios (Levítico 19:34), e a buscar a paz e a justiça do nosso Deus, no nosso mundo, hoje.

Com o Inverno aproximar-se rapidamente e com a trágica guerra civil na Síria a ficar ainda mais fora de controlo, devemos todos estar conscientes que a situação pode ainda piorar significativamente. Estou encorajado pelo papel positivo que as Igrejas, e as agências internacionais de caridade estão já a ter, na Europa e na Síria e áreas circundantes, de forma a prover às necessidades humanas básicas. Estes esforços podem parecer triviais perante o desafio, mas se todos fizermos a nossa parte esta é uma crise que podemos resolver. Continue lendo “Arcebispo de Cantuária emite declaração sobre a crise dos migrantes”

Declaração do II Encontro de Igrejas Lusófonas da Comunhão Anglicana

Sonho que se sonha só é apenas um sonho.
Sonho que se sonha junto é o começo da realidade.
(Miguel de Cervantes)

O II Encontro de Igrejas Lusófonas da Comunhão Anglicana reunido sob a inspiração do Espírito Santo, na cidade do Recife, no Estado de Pernambuco, Brasil, de 26 a 28 de fevereiro de 2015, congregou 27 pessoas, entre delegadas e convidadas, incluindo bispos, clérigas, clérigos e pessoas leigas das Dioceses dos Libombos e Niassa (Moçambique) e de Angola da Igreja Anglicana da África Austral, da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica (Portugal) e da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB), sendo essa última a anfitriã do Evento, que decorreu com a parceria e o apoio da Anglican Aliance e The United Society (Us). Para além destas organizações, estiveram também presentes: o representante da IEAB no Conselho Consultivo Anglicano (CCA), a Comissão Nacional de Diaconia Social da IEAB; o Serviço Anglicano de Diaconia e Desenvolvimento (SADD) da IEAB; o Centro de Estudos Anglicanos (CEA) da IEAB; o Grupo de Trabalho da Juventude da IEAB; a União das Mulheres Episcopais Anglicanas do Brasil (UMEAB); o Instituto Anglicano de Estudos Teológicos e o Departamento de Mulheres da Igreja Lusitana; a União das Mães, de Libombos, Moçambique.

O Encontro constituiu um importante espaço de celebração, partilha e reflexão, com momentos devocionais, sessões plenárias, partilha em grupos, estudo bíblico com o tema “quem é o/a meu/minha próximo/a”, a partir do texto de Lucas 10:25-37; e um WEBINAR transmitido on line. Na agenda de trabalho tiveram destaque os seguintes temas geradores: (a) o papel de jovens; (b) o papel das mulheres; (c) educação cristã e formação teológica; (d) diaconia e desenvolvimento social. Continue lendo “Declaração do II Encontro de Igrejas Lusófonas da Comunhão Anglicana”

Diocese Anglicana do Recife sedia II Encontro de Dioceses Lusófonas

Foto encontro lusófono 2

Foto encontro lusófono 1A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil e a Diocese Anglicana do Recife acolheram, nos dias 24 a 28 de fevereiro, o II Encontro de Dioceses Lusófonas da Comunhão Anglicana. Sedia no Recife, com apoio do Escritório da Comunhão Anglicana, da Aliança Anglicana e da US (antiga USPG), o encontro foi um momento de comunhão, espiritualidade e partilha dos anglicanos de fala portuguesa. Estiveram representadas as Dioceses Anglicanas de Libombos, Niassa, Angola, Portugal e a IEAB. Durante o encontro foi criada a Rede Lusófona da Comunhão Anglicana e a Diocese Anglicana do Recife firmou um acordo de companheirismo com a Diocese Anglicana de Angola. No domingo, 01 de março, uma celebração Eucarística marcou o encerramento das atividades do Encontro Lusófono Anglicano, na Catedral da Santíssima Trindade, com a presença de alguns representantes das delegações, do bispo diocesano Dom João Peixoto e do Primaz da IEAB, Dom. Francisco de Assis.

“Foi com imensa alegria que nossa Província acolheu o Encontro e podemos dizer com certeza que saímos fortalecidos para tornar mais visível dentro da Comunhão Anglicana a família de fala portuguesa”, afirmou o Bispo Primaz da IEAB. O encontro foi uma oportunidade de estreitar os laços entre as Igrejas de fala portuguesa abrindo horizontes de cooperação nas áreas de Educação Teológica, Diaconia e Desenvolvimento e Missão. Atualmente 267.396.837 pessoas falam a língua portuguesa no mundo.

Arcebispo de Cantuária convida jovens cristãos a viverem a vida monástica por um ano

Palácio de Lambeth
Palácio de Lambeth
Em uma experiência única, o Arcebispo de Cantuária, Sua graça Justin Welby, líder mundial da Comunhão Anglicana, vai abrir o Palácio de Lambeth , em Londres, para jovens cristãos com idade entre 20-35 anos, convidando-os a passarem um ano morando, estudando e orando em um centro histórico da Comunhão Anglicana. A Comunidade de Santo Anselmo vai reunir um grupo de jovens para uma experiência desafiadora e formativa da vida numa comunidade orante, a partir de setembro de 2015.

A Comunidade será inicialmente composta por 16 pessoas que vivem no Palácio de Lambeth em tempo integral, e de até 40 pessoas, que vivem e trabalham em Londres, juntando-se a tempo parcial. O programa de um ano incluirá oração, estudo, serviço prático e vida comunitária. Os membros da Comunidade viverão o modelo de vida monástica, através de um ritmo diário de silêncio, estudo e oração. Mas também serão imersos nos desafios modernos da igreja mundial do século 21. O Prior funcionará sob os auspícios do arcebispo, que será abade da Comunidade.

Para o Arcebispo Justin Welby, “viver numa comunidade orante é a aposta final sobre a existência de Deus e não é nada confortável e livre de riscos. Através dela as pessoas se submetem à disciplina, um para o outro em comunidade, e, acima de tudo, a Deus. Espero que este empreendimento tenha um impacto radical – não apenas para os indivíduos que participarão, mas para a vida em Lambeth, em frente à Igreja e no mundo que procuramos servir. Isto é o que nós esperamos no seguimento de Jesus. Exorto os jovens a intensificar: aqui é um convite aberto para ser transformado e transformar “, disse.

O capelão de Canterbury, o Rev. Dr. Jo Wells, explicou que o “arcebispo Justin é apaixonado pela oração e pela comunidade. A renovação da oração e da vida religiosa é a primeira de suas três prioridades, e é isso que a Comunidade de Santo Anselmo vai representar. Estamos convidando pessoas de toda a Comunhão Anglicana para viver um ano no tempo de Deus. Não há qualificações de adesão à Comunidade, exceto o desejo de orar, de aprender, de estudar em conjunto as coisas de Deus”, explicou. Continue lendo “Arcebispo de Cantuária convida jovens cristãos a viverem a vida monástica por um ano”

Arcebispo de Cantuária visitará o Brasil

Arcebispo de Cantuária, Revmo. Justin Welby
Arcebispo de Cantuária, Revmo. Justin Welby

COMUNICADO SOBRE A VISITA DO ARCEBISPO DA CANTUÁRIA, SUA GRAÇA JUSTIN WELBY A SÃO PAULO, ENTRE OS DIAS 04-05 DE SETEMBRO DE 2014

O Arcebispo da Cantuária Sua Graça Justin Welby, líder espiritual das Igrejas Anglicanas, desde que assumiu a Sé em março de 2013, vem realizando uma série de rápidas e objetivas visitas às Igrejas Anglicanas em vários países, para conhecer e se reunir com cada Bispo (a) Primaz. Ele estará acompanhado por sua esposa, Sra. Caroline Welby, e se reunirá com o Bispo Francisco de Assis da Silva, Primaz da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB), única autoridade espiritual e legal em nosso país que mantem relações com a Igreja da Inglaterra e a Comunhão Anglicana.No Brasil a Comunhão Anglicana é representada pela IGREJA EPISCOPAL ANGLICANA DO BRASIL e em São Paulo, através da DIOCESE ANGLICANA DE SÃO PAULO.

QUEM É O ARCEBISPO DA CANTUÁRIA?

O Arcebispo da Cantuária é o líder espiritual de 85 milhões de fiéis da Comunhão Anglicana, que compreende 43 Províncias (Jurisdições Eclesiásticas), e está presente em mais de 165 países. Ele igualmente é responsável pela liderança pastoral da Igreja da Inglaterra e da Diocese de Cantuária.
Ele exerce outros papéis importantes para o estado inglês, a saber:
– Desempenha função central nas cerimônias reais, como por exemplo, a da Coroação.
– Seu cargo tem assento na Câmara dos Lordes e,
– Em visitas oficiais, tem essência diplomática, uma vez que está previsto na ordem de precedência do Reino Unido, ou seja, uma espécie de hierarquia sequencial ou ordem de sucessão, podendo inclusive substituir em determinados casos o chefe de Estado. Continue lendo “Arcebispo de Cantuária visitará o Brasil”

Papa Francisco e o Arcebispo de Cantuária, Justin Welby, firmam engajamento comum contra tráfico de pessoas

O Papa Francisco e o Arcebispo Primaz Justin Welby se encontram
O Papa Francisco e o Arcebispo Primaz Justin Welby se encontram
O Papa Francisco e o Primaz da Comunhão Anglicana e Arcebispo de Cantuária, Justin Welby, tiveram um encontro nesta segunda-feira, 16 de junho, no Vaticano. A visita de Welby a Roma, que começou no sábado, 14, faz parte do engajamento do líder anglicano contra a escravidão e o tráfico de pessoas. O Arcebispo de Cantuária esteve no Vaticano acompanhado de sua delegação e pelos Cardeais Vincent Nichols, arcebispo de Westminster, e Kurt Koch, Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos. No seu discurso, o Papa disse esperar que este encontro contribua para reforçar as relações de amizade e de grande compromisso na causa da reconciliação e da comunhão entre os cristãos.

“Sobre o que estavam discutindo pelo caminho?”, perguntou Jesus a seus discípulos, provocando uma sensação de vergonha entre eles, que disputavam entre si qual era o maior. Lembrando esta passagem do Evangelho de Marcos, o Papa Francisco disse que “nós também nos sentimos confusos pela distância existente entre o chamado do Senhor e a nossa pobre resposta”. “Diante de seu olhar de misericórdia, não podemos fingir que a nossa divisão não seja um escândalo, um obstáculo ao anúncio do Evangelho da salvação ao mundo. Nossa vista é muitas vezes ofuscada pelo peso da história de nossas divisões, e nossa vontade nem sempre é livre da ambição humana”, refletiu Francisco. Continue lendo “Papa Francisco e o Arcebispo de Cantuária, Justin Welby, firmam engajamento comum contra tráfico de pessoas”

Sagração de Dom João Câncio Peixoto Filho

Sagração de Dom Peixoto
Sagração de Dom Peixoto

Por Reverendo Félix Batista Filho

A Catedral Anglicana da Santíssima Trindade recebeu no sábado, 14 de dezembro, a presença das várias comunidades, do clero e dos ministros pastorais da Diocese Anglicana do Recife, dos estados da região Nordeste e do Recife, para a sagração do seu novo bispo, Dom João Câncio Peixoto Filho. A cerimônia, que começou às 19 horas, foi presidida pelo Primaz da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB),Província da Comunhão Anglicana, Dom Francisco de Assis, que foi o bispo sagrante. Estavam presentes também os como bispos co-sagrantes: Dom Sebastião Armando Gameleira, da Diocese Anglicana do Recife, Dom Filadelfo Oliveira Neto, do Rio de Janeiro, Dom Maurício Andrade, de Brasília e Dom Saulo Maurício Barros, da Diocese Anglicana da Amazônia.

O pregação foi feita por Dom Maurício Andrade, que recordou a missão e a tarefa principal da função episcopal, destacando um conselho ao novo bispo sagrado: “um compromisso com a verdade”. Coube ao Bispo Emérito da DAR, Dom Sebastião Armando, a entrega do báculo, símbolo da autoridade episcopal e do pastorado, em nome do povo e do clero da Diocese Anglicana do Recife. “Entregamos em tuas mãos este báculo. Que Cristo, o Bom Pastor, te sustente e fortaleça ao empunhar este báculo em Seu nome. Amém”, disse Dom Sebastião.
Dom João Peixoto recebeu, das mãos de sua esposa, Flávia Peixoto, o anel e a mitra, que são símbolos da autoridade e da chama do Espírito Santo. A investidura no novo cargo foi feita pela Primaz, após a leitura do certificado de sagração episcopal, proclamando: ” Meu irmão, foste reconhecido como bispo da Igreja e como bispo desta Diocese. Agora eu, Francisco, pela autoridade a mim conferida e com o consentimento dos que te escolheram, invisto a ti, João Cancio Peixoto filho, como bispo diocesano da Diocese Anglicana do Recife, com todos os direitos temporais e espirituais e responsabilidades que pertencem a este ofício”.

Sagração de Dom Peixoto
Sagração de Dom Peixoto

A Sagração do novo bispo da DAR contou ainda com a presença ecumênica do Vigário-geral da Arquidiocese de Olinda e Recife, Monsenhor José Albérico Bezerra de Almeida, que leu mensagem enviada pelo arcebispo católico romano, Dom Fernando Saburido. O mestre de cerimônia e responsável pela organização geral da sagração foi o Reverendo Arthur Cavalcante, secretário-geral da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil.

Ao final, emocionado, já investido nas novas funções de bispo da Diocese Anglicana do Recife, Dom João Peixoto, agradeceu a presença e as mensagens recebidas, reafirmando sua disposição de trabalhar pela unidade da diocese e seu amor pela Igreja Episcopal Anglicana do Brasil – IEAB.

O reverendo João Câncio Peixoto Filho sucedeu a Dom Sebastião Armando Gameleira Soares, que esteve à frente da Diocese Anglicana do Recife (DAR) por mais de sete anos. Ele deixa o comando da diocese, que abrange os estados da Bahia até o Maranhão com sede no Recife, por atingir a idade canônica para aposentadoria. João Peixoto foi eleito bispo no XXXII Sínodo Geral da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) que acatou, praticamente por unanimidade, a indicação da Diocese Anglicana do Recife. Continue lendo “Sagração de Dom João Câncio Peixoto Filho”

Comunicado dos bispos Anglicanos e Vétero-Católicos da Europa

Irmãos e Irmãs em Cristo,

Na Assembleia Geral da Conferência das Igrejas Europeias (CEC/KEK), que decorreu de 3 a 8 de Julho, foi tomada uma decisão significativa para as nossas igrejas membros Anglicanas e Velho-Católicas. Esta decisão não teve muita publicidade, mas tem, no entanto, muita importância para a nossa identidade dentro do cenário cristão europeu. Foi o reconhecimento formal de que Anglicanos e Velho-Católicos podem ser tratados como uma só família dentro do movimento ecuménico que a CEC/KEK representa.

Este reconhecimento deve-se largamente ao trabalho de um membro da Igreja Católica Suíça de Cristo (Swiss Christ Catholic Church), a Diácona Ulrike Henkenmeier. Ela apresentou a proposta e convenceu a Assembleia de que se a CEC/KEK desejava que as Igrejas se agrupassem em famílias, fazia sentido eclesiológico nós, Anglicanos e Velho-Católicos, estarmos na mesma família. As nossas Igrejas são Igrejas Católicas. Partilhamos uma identidade como Igrejas Católicas sinodais e reformadas. Somos reformadas no sentido e que nos restaurámos, no caso Anglicano através de uma reforma, e no caso Velho-Católico através da resistência à autoridade centralizada da Igreja na Cúria Romana, o que consideramos ser a expressão autêntica da Igreja Una Santa Católica e Apostólica de Jesus Cristo. Graças à Diácona Ulrike a sua moção na CEC/KEK providenciou um momento educativo para muitos membros de outras Igrejas que não estavam cientes do relacionamento de comunhão que entre nós existe ou da nossa auto-compreensão como Igrejas Católicas. Continue lendo “Comunicado dos bispos Anglicanos e Vétero-Católicos da Europa”

Diocese Anglicana do Recife recebe visita pastoral do Secretário-Geral da Comunhão Anglicana

Secretário Geral da Comunhão Anglicana entrega placa
Secretário Geral da Comunhão Anglicana entrega placa

Por Revdo. Félix Batista Filho

“Estou consciente do esforço da Diocese Anglicana do Recife e do seu bispo diocesano, Dom Sebastião Armando Gameleira Soares, para manter a unidade da Igreja nesta cidade”, declarou o Reverendo Cônego Kenneth Kearon, Secretário-Geral da Comunhão Anglicana ao entregar a Dom Sebastião, durante celebração Eucarística realizada no domingo, 25 de agosto, na Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, uma placa simbolizando que “a DAR está em contínua comunhão com Cantuária e com a Comunhão Anglicana”.

Durante quatro dias, de 22 a 25 de agosto, a DAR teve a honra e a alegria de receber a visita pastoral do Cônego Kenneth, em nome do Arcebispo de Cantuária, Sua Graça Justin Welby. Neste período, visitou comunidades, encontrou-se com o clero e a liderança leiga da diocese e conheceu nossa realidade como Igreja. “Encontrei um compromisso profundo com o ministério de Jesus Cristo, especialmente um testemunho de reconciliação cristã”, afirmou o secretário-geral da Comunhão Anglicana ao avaliar sua presença entre nós. Kenneth destacou, ainda, a preocupação da Igreja no Brasil com a violência de gênero, que é uma das prioridades da Comunhão Anglicana, e o compromisso diaconal através do Serviço Anglicano de Diaconia e Desenvolvimento, o SADD. “Fiquei maravilhado ao ver esses compromissos por aqui”, disse.

A visita pastoral iniciou-se na sexta 23 de agosto, ao conhecer o trabalho realizado de capelania para marítimos no Porto de Suape, acompanhado pelo reverendo Antônio Luís Braga. O serviço é associado a Missão Marítima anglicana internacional, com base em Londres. Também visitou a Catedral Anglicana da Santíssima Trindade, onde participou de encontro com a liderança leiga. No sábado, 24 de agosto, o secretário-geral da Comunhão Anglicana teve importante reunião com o clero e a liderança leiga da DAR. Continue lendo “Diocese Anglicana do Recife recebe visita pastoral do Secretário-Geral da Comunhão Anglicana”

Anglicanos e luteranos juntos pela primeira vez em assembleia

Primaz Anglicano, Arcebispo Fred Hiltz, e Bispa Nacional da ELCiC, Bispa Susan Johnson
Perto de 1.000 anglicanos e luteranos de todo o Canadá vai ser reunir em Ottawa, em julho, o que o primaz anglicano, arcebispo Fred Hiltz, diz que é um “momento histórico e emocionante” na história da igreja.

Pela primeira vez desde 2001, quando foi assinada uma declaração de plena comunhão, a Igreja Anglicana do Canadá (ACC) e da Igreja Evangélica Luterana no Canadá (ELCiC) vão realizar uma assembleia conjunta de 03 a 07 julho, no Centro de Convenções de Ottawa.

Com o tema “Juntos para o amor do mundo”, que vai ser um encontro muito diferente de qualquer outra reunião”, diz o arcebispo Hiltz e a bispa luterana nacional Susan Johnson.

Cada igreja ainda vai realizar sessões separadas para lidar com as eleições e assuntos específicos das igrejas, mas vão se unir para o culto e as questões de interesse comum.

Diz o Revmo. Peter, Deão da Diocese Anglicana do Niágara e co-presidente do comitê de planejamento conjunto, juntamente com o Bispo da ELCiC, Michael Pryse: “Vamos aprender juntos sobre o trabalho emocionante na missão e ministério acontecendo em ambas as nossas igrejas – aqui no Canadá e em todo o mundo.”

Os delegados serão convidados a fazer declarações sobre duas questões prioritárias de justiça social: habitação acessível e extração de recursos responsável. Continue lendo “Anglicanos e luteranos juntos pela primeira vez em assembleia”